São Vicente: Polícia Nacional trabalha em parceria com a Polícia Judiciária para combater assaltos na via pública

A Polícia Nacional e a Polícia Judiciária, em São Vicente, deverão trabalhar em parceria para combater os assaltos na via pública que têm sido registados nos últimos dias no centro da cidade do Mindelo.

O trabalho conjunto das duas polícias foi anunciado hoje, no Mindelo, pelo subcomissário da Polícia Nacional (PN) Elvis Leite, em conferência de imprensa,  para divulgar o plano operacional “Natal e final de ano em segurança”.

Questionado sobre novos casos de assaltos na via pública, os chamados “caçu body”, registados nos últimos dias em zonas nobres da cidade do Mindelo e sobre as medidas que pretendem tomar, a mesma fonte assegurou que devem adotar equipas de prevenção criminal, consoante o tipo de crime.

“E estamos a fazer um trabalho com a Polícia Judiciária relativamente ao patrulhamento auto nos horários que coincidem com essas ocorrências”, asseverou Elvis Leite.

A cooperação com a Polícia Judiciária, afiançou, vai se estender ao combate a assaltos e furtos a residências, também com alguns casos registados nos últimos dias em zonas como Chã de Marinha e Chã de Alecrim onde aconteceram assaltos recentemente.

O subcomissário da PN assegurou ainda que estão atentos a uma situação de “pesca ilegal” praticados por alguns indivíduos na praia da Laginha, inclusive, já apreenderam alguns materiais utilizados por esses jovens através da intervenção da Polícia Marítima.

Relativamente ao plano Natal e final de ano em segurança, Elvis Leite disse que se iniciou na sexta-feira, 01, com uma “mega operação” e deverá prolongar-se até dia 04 de Janeiro de 2024, com o envolvimento de todo o efectivo da corporação, 222 agentes.

Entretanto, o arranque com a “mega operação” contou com o participação de 71 efectivos, que actuaram na abordagem de 236 pessoas, sendo que seis foram encaminhadas para identificação, cinco por condução perigosa e um por malabarismo em bicicleta.

Ainda no trânsito, a PN efectuou a detenção de sete indivíduos, sendo seis por condução sem habilitação legal e um por condução sob efeito de álcool com uma taxa de 3,13 gramas por litro, uma prevaricação que sustentou uma advertência de Elvis Leite, alertando para a “irresponsabilidade” dos condutores.

A operação permitiu ainda a detenção de uma porção de haxixe e de uma réplica de arma de fogo.

A intervenção incidiu sobre outras vertentes, entre estas, sensibilização de proprietários de espaços comercias, patrulhamento auto e apeado, patrulhamento a embarcações de recreio na Marina do Mindelo, entre outras.

Inforpress/fim
 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest