Brava acolhe campanha de castração e desparasitação para controlar população canina

A associação Bons Amigos encontra-se na Brava numa parceria com outras instituições a realizar uma campanha de castração e desparasitação da população canina que iniciou esta terça-feira, 05, e decorre até o próximo dia 16.

A informação foi avançada à Inforpress pelo vereador Danilson Andrade, responsável pelo sector do Ambiente e Saneamento da Câmara Municipal da Brava explicando que esta não é a primeira acção, pois em 2018 já tinha sido realizada uma idêntica.

Entretanto, reconheceu que os efeitos só vão ser visíveis a médio e longo prazos, mas conforme reforçou é e vai ser uma luta contínua que tem o objectivo de “controlar” a população canina da ilha.

Além disso, sublinhou que querem ter animais saudáveis na ilha, além de tentar dar resposta ao problema que tem vindo a afectar os munícipes, principalmente os criadores de gado, que se queixam muito dos estragos que os cães vadios têm causado nos respectivos rebanhos.

“Estamos a fazer isso com várias parcerias, tentando unir esforços a volta de um objectivo comum que é o controle da população canina na ilha, no qual incluímos também os gatos”, indicou a mesma fonte.

A acção que vai decorrer até o próximo dia 16, segundo informações avançadas pelo vereador, terá sessões informativas, onde pretendem desenvolver acções de sensibilização nas escolas e jardins infantil, uma vez que já deram conta que somente a castração em si não é uma solução.

“É preciso que haja uma sensibilização desde os mais pequenos porque é preciso trabalhar as pessoas para a posse responsável dos animais”, defendeu.

Esta acção, que está a decorrer numa parceria entre a Câmara Municipal, Ministério da Agricultura e Ambiente, associação Biflores e a associação Bons Amigos, iniciou hoje na localidade de Furna, mas vai percorrer os povoados de Lém, Cachaço, Nossa Senhora do Monte, Cova Rodela, Cova Joana, Lomba, Mato entre outros.

“Os cães são nossos e somos nós que de facto permitimos que chegássemos a essa situação, daí os primeiros responsáveis para esta situação somos nós”, considerou, apelando a uma participação massiva nesta campanha com vista a um melhor sucesso.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us