Brava: Obras no troço de estrada de Fajã d´Água já se iniciaram para garantir mais segurança na circulação, diz edil

O presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, anunciou esta terça-feira, 06, que as obras de reconstrução do muro e do piso do troço de estrada em Fajã d ‘Água já se iniciaram, mas ainda sem data de término.

A informação foi avançada em declarações à Inforpress pelo autarca, ao ser questionado em que pé se encontra a situação da estrada, visto que no passado dia 21 de Janeiro houve uma derrocada que levou parte da mesma.

A localidade esteve por dois meses sem circulação automóvel que foi reposta após algumas intervenções no local, mas que os moradores e condutores procuraram a imprensa para alertar as entidades competentes do perigo que este troço apresentava.

Segundo Francisco Tavares, aquando da visita da ministra das Infraestruturas à ilha Brava no início do passado mês de Maio, ficou determinado o início das obras para a reposição da normalidade das ligações à localidade e em segurança, mas também o compromisso de levar adiante a construção de uma estrada alternativa, Fajã d´Água -Esparadinha – Portete – Palhal.

Quanto às obras, o edil anunciou que já se iniciaram com uma empresa local em regime de subempreitada, onde vai ser feita a reconstrução do muro, o trabalho de segurança na passagem hidráulica que ficou comprometida e depois a reposição do piso.

Segundo o autarca, ainda não possui conhecimento do orçamento, mas possui a noção de que é uma obra que vai rondar 14 a 20 mil contos, e que não vai ser fácil de ser feita.

Indicou que é uma extensão de cerca de 65 metros, mas exige uma maquinaria pesada e a construção de muros que, em determinados pontos, ultrapassam os 10 metros de altura, exigindo que a própria base inicie com pelo menos três metros de largura.

Já sobre a estrada alternativa, evidenciou que esta via foi escolhida entre cinco cenários apresentados e esta apareceu a melhor opção, tendo sido organizado um evento a nível municipal com a participação da sociedade civil para também deixar a sua opinião.

Francisco Tavares disse que ficou o compromisso de que o Governo vai, ainda dentro deste mandato, dar sinais para a realização da obra da estrada alternativa.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest