Câmara da Praia reitera o compromisso de uma melhor estruturação da recolha de resíduos sólidos

A directora de Saneamento da Câmara Municipal da Praia (CMP), Neuza Brito, reiterou esta sexta-feira, 17, o compromisso de uma melhor estruturação na recolha de lixo na capital, salientando também a responsabilidade dos munícipes neste processo.

Neuza Brito fez esta observação à imprensa, à margem do lançamento da campanha de limpeza, organizada pela CMP, em parceria com a Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento, para assinalar o Dia Mundial da Limpeza.

Na ocasião, explicou que a Cidade da Praia produz 122 toneladas de lixo por dia, por isso, o processo de recolha deve ser acompanhado e estruturado para que as respostas sejam eficazes.

Conforme frisou, o objectivo da edilidade é ter um ambiente saudável no município, e contribuir para o bem-estar da população, proporcionando um clima de conforto na capital.

É nesta linha que a partir do dia 18, irá promover uma megacampanha alusiva ao Dia Mundial da Limpeza, mas que também se estenderá por mais três meses.

“Temos uma megacampanha que vamos realizar amanhã e durante três meses, cujo objectivo é limpar o município”, assinalou.

De acordo com informações avançadas pela autarquia, das 122 toneladas produzidas, 20 por cento (%) são resíduos orgânicos, 10,6% plástico, 8,7% papel, 8,15 garrafas de vidro.

Para a CMP, é essencial a implementação de um sistema de recolha que supra a demanda da produção, um sistema tarifário que garanta a sua sustentabilidade e assegurar a participação dos munícipes.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest