Cenorf capacita fisioterapeutas com sessão de avaliação e orientação para crianças com deficiências neurológicas

O Centro Nacional Ortopédico e de Reabilitação Funcional (Cenorf) convocou hoje a imprensa para anunciar a implementação de uma acção de capacitação destinada a 16 fisioterapeutas nacionais com sessão de avaliação e orientação para crianças com deficiências neurológicas.

Esta acção, que decorre de 07 a 18 de Fevereiro, corrente, surge na sequência de um projecto de inclusão de crianças e jovens com deficiências neurológicas, financiado pela União Europeia e cofinanciado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e pela Fundação ISS Mais um Sorriso.

Em declarações à imprensa na manhã de hoje, a formadora Isabel Batalha esclareceu que se trata de um projecto abrangente pelo facto de os fisioterapeutas cabo-verdianas não terem uma formação específica em pediatria.

“Destes 16 formandos apenas dois trabalham com crianças, portanto o que nos foi pedido é uma formação na área da pediatria de doentes com patologia do neurodesenvolvimento”, precisou.

Acrescentou que também vão capacitar os cuidadores no sentido de haver a continuidade daquilo que foi implementado nas sessões de fisioterapia, assim como a capacitação dos agentes educativos.

“Isto porque a criança, para além do contexto familiar, também está integrada no contexto escolar, sendo por isso benéfico haver uma continuidade do trabalho feito dos fisioterapeutas nas escolas”, explicou a formadora.

Por sua vez, Lívia Brito, representante da Federação Cabo-verdiana de Deficientes (Fecad) adiantou que este projecto surge no sentido de colmatar algumas “falhas” ainda existentes em Cabo Verde no tratamento da criação com deficiência neurológicas.

Neste sentido, informou que este projecto conta ainda com campanha de sensibilização nas escolas, o apoio às mães das crianças com deficiência, o reforço do Centro de Reabilitação de Cidadela e a formação dos fisioterapeutas.

Esta formação, segundo Lívia Brito, conta com formandos de São Vicente, Sal, São Nicolau, Fogo e Santiago, com o objectivo de reforçar esses técnicos com especificidades no desenvolvimento infantil.

Este projecto é implementado pelo Instituto Marquês de Valle Flôr (Portugal), pela Solmi – Associação de Apoio a Iniciativas de Autopromoção e pela Federação das Associações de Pessoas com Deficiência (Fecad), conta com a parceria e envolvimento do Cenorf com os técnicos fisioterapeutas, ortoprotesista e dos profissionais do Centro de Medicina e Reabilitação de Alcoitão (Portugal).

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest