Ensino superior: Primeiros 40 estudantes terão estudos financiados pela UTA e câmaras municipais

Os primeiros 40 alunos selecionados para as licenciaturas de Engenharia Zootécnica e Engenharia Agronómica, ministradas, a partir deste ano letivo, pelo Instituto das Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão vão ter os seus estudos financiados.

Conforme um documento a que a Inforpress teve acesso, trata-se de uma medida de incentivo que a Universidade Técnica do Atlântico (UTA) está a implementar com vista à atração dos jovens aos dois cursos que vão ser ministrados pelo Instituto das Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão, a partir de Outubro.

Com isso, os primeiros 40 alunos selecionados nos cursos de Engenharia Zootécnica e Engenharia Agronómica terão os seus estudos financiados, através de bolsas concedidas com o apoio da UTA e das câmaras municipais de Santo Antão, refere a mesma fonte.

A edilidade porto-novense, através da sua página na rede social do Facebook, confirma esta medida que tem o envolvimento das câmaras municipais de Santo Antão e que consiste na atribuição de bolsas, com o pagamento integral das propinas, das mensalidades nas residências estudantis e no transporte escolar.

O reitor da Universidade Técnica do Atlântico (UTA) chegou hoje a Santo Antão para, durante dois dias, promover encontros com parceiros e potenciais alunos sobre a abertura, a partir de Outubro, do pólo nesta ilha.

Uma nota da UTA explica que João do Monte Duarte tem em agenda três encontros, sendo um em cada município, destinados a prestar esclarecimentos sobre os cursos e as candidaturas e promover as medidas de incentivo aos potenciais estudantes.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest