Francisco Carvalho “desgastado” com o proprietário do terreno frente da Abolha

O presidente da Câmara Municipal da Praia manifestou-se hoje “desgastado” com a situação e o proprietário do terreno em frente à Abolha, que apesar do diálogo, ainda não há uma resposta da parte do privado para a sua construção.

Em declarações à Inforpress, Francisco Carvalho adiantou que a atual equipa camarária está a tratar do processo desde que encontrou na câmara da Praia e assegurou que brevemente irá pronunciar-se publicamente sobre este dossiê.

“Desde o início do nosso mandato estamos a dialogar com este privado que espero que esteja a nos ouvir e espero também que este privado já tenha tomado conta da pressão e do desgaste que ele está a provocar à câmara”, afirmou o edil praiense.

Francisco Carvalho adiantou que ao longo destes três anos à frente da câmara da capital optaram sempre pelo diálogo, mas até à data ainda não há nenhuma decisão, situação essa que, no seu entender, tem causado alguns constrangimentos à autarquia.

Entretanto disse que no bairro da Cidadela a autarquia tem sido confrontada com este tipo de situações onde os proprietários dispõem de terrenos há décadas e não constroem, não vendem, não facilitam, não fazem permuta e muito menos colaboram.

“Está certo que é propriedade privada sem dúvida, mas há leis também para serem cumpridas”, sublinhou.
Francisco Carvalho considerou ainda que é preciso eliminar essa forma de actuar, ou seja de comprar terrenos, assumir a posse e deixar ali na choca.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest