Governo mantém interrupção lectiva apesar do cancelamento das festividades do Carnaval e Cinzas

O Ministério da Educação decidiu manter a interrupção letiva nos dias 28 de Fevereiro e 01 e 02 de Março, apesar do cancelamento das festividades do Carnaval e Cinzas, em decorrência da manutenção da situação de contingência.

Em nota publicada na sua página da rede social, o Ministério da Educação informa aos alunos, pais e encarregados de educação e toda a comunidade educativa que se mantém a interrupção lectiva prevista, de acordo com o calendário escolar 2021/2022.

No passado dia 15 de Fevereiro, o Governo anunciou a prorrogação da situação de contingência no País por mais 15 dias, com o intuito de salvaguardar as medidas de prevenção e contenção da covid-19, mantendo assim canceladas as festividades do Carnaval e Cinzas, pelo que não haverá tolerância de ponto.

“O Carnaval e a quarta-feira de Cinzas continuam canceladas, pelo facto de serem uma tradição cultural de dimensão festiva muito forte, capazes de potenciar os riscos de agravamento, que poderão resultar em casos de diminuição das medidas de prevenção adoptadas, para fazer face à propagação do vírus”, explicou, em conferência de imprensa, a ministra da presidência do Conselho de Ministros.

O Governo justifica ainda a medida como forma de garantir a sustentabilidade da trajectória descendente da curva de infecção, de acelerar o processo de reforço da vacinação, bem como de continuar a consolidar a dinâmica de retoma da vida social, de recuperação económica e dos empregos.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest