Porto Novo: Instituições de defesa dos animais garantem solução para os cães e outros animais abandonados

Instituições de defesa dos animais garantem estar a trabalhar para encontrar “uma solução” para os cães e outros animais abandonados nas ruas no município do Porto Novo, que recebe, em Novembro, uma campanha de castração de cães.

A campanha de castração, de acordo com uma nota a que a Inforpress teve acesso, insere-se, precisamente, neste trabalho que tem sido feito visando “uma boa solução” para os cães vadios e outros animais abandonados, neste concelho.

Os criadores de gado no município do Porto Novo têm manifestado a sua “preocupação” com a “inércia” das autoridades em relação à problemática dos cães vadios, que tem estado a matar o gado caprino.

Um grupo de técnicos holandeses ligados ao projecto “Um cão, um amigo”, que, desde 2019, esteve, em Santo Antão, em Junho, a efectuar um estudo sobre a prevenção de ataques dos cães vadios ao gado, especialmente cabras e porcos.

O propósito  é montar um plano que traga “medidas práticas” visando a prevenção de conflitos entre os cães e o gado, além do manejo sustentável, eficaz e humano da população canina e educação sobre a propriedade responsável de cães.

Esta classe responsabiliza, também, a câmara municipal pela situação, lembrando que prometeu a construção de um canil, espaço que está ainda por criar.

A Câmara Municipal do Porto Novo informou que, conjuntamente com os seus parceiros, levará a cabo, em Novembro, uma campanha de castração, inserida no projecto “um cão, um amigo”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us