PR destaca papel das famílias na formação de cidadãos social e ambientalmente conscientes

O Presidente da República, José Maria Neves, destacou hoje que as famílias cabo-verdianas desempenham um “papel fundamental” na formação de cidadãos social e ambientalmente conscientes, mas sublinhou que é fundamental que as mesmas sejam empoderadas.

Na sua mensagem para o Dia Internacional da Família, que se assinala hoje, sob o signo das alterações climáticas, o Chefe de Estado recordou que os fenómenos climáticos como o aumento da temperatura, a acidificação dos oceanos, a seca severa ou as inundações têm tido um impacto muito forte na vida das famílias.

“Muitas famílias têm perdido os seus rendimentos e a qualidade de vida tem vindo a deteriorar-se”, precisou José Maria Neves que defendeu que é fundamental que as famílias sejam empoderadas no sentido de desempenharem um papel nuclear na educação ambiental, para que todos tenham as informações e os conhecimentos necessários que lhes permitam fazer face às alterações climáticas.

Enquanto Patrono da Década do Oceano e Champion da União Africana para a Preservação do Património Natural e Cultural, apelou a todas as famílias africanas e cabo-verdianas a trabalharem para a educação das crianças, dos adolescentes, dos jovens, no sentido de conhecerem melhor os fenómenos resultantes das alterações climáticas de modo a tomarem medidas que se mostrarem necessárias para mitigar os efeitos nefastos das mudanças climáticas.

Na ocasião, lembrou que as famílias africanas e cabo-verdianas sofrem ainda com as consequências das desigualdades sociais e das manchas significativas de pobreza, e neste sentido, devem trabalhar juntos para um crescimento inclusivo e ambientalmente sustentável, para garantir mais meios de subsistência, para que todas tenham as condições necessárias para exercerem o seu papel fundamental no domínio da educação.

No seu entender, os valores ligados à preservação ambiental, ao trabalho, à ética e à responsabilidade, são transmitidos, em primeiro lugar no seio das famílias e depois nas escolas, igrejas, ONG, partidos políticos, sindicatos, sociedade civil cabendo a cada um fazer a parte que lhe cabe.

Na mensagem o Chefe de Estado chamou ainda a atenção para a necessidade da maternidade e da paternidade responsáveis, realçando que as mães e os pais devem exercer o seu papel para proteger os seus filhos, para que tenham consciência do seu papel na sociedade, preservarem o ambiente e criarem as condições para viverem num planeta muito melhor.

O Presidente da República defendeu ainda que é “fundamental” que todos trabalhem para que haja mais igualdade entre as mulheres e os homens e eliminar a violência com base no género e a violência sexual contra menores.

“É fundamental acendermos o facho para iluminar os nossos caminhos no sentido de construirmos famílias mais fortes, mais empoderadas, mais resilientes, capazes de desempenharem o seu papel de educação integral, mas, sobretudo, uma educação voltada para a preservação do meio ambiente”, concluiu.

Refira-se que, o Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social assinala, este ano, o Dia Internacional da Família através de “conversas abertas” em várias escolas com as famílias, com o intuito de destacar a sua importância na base da educação e proteção infantil.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest