Praia: Associação promove feira de saúde em Achada de São Filipe virada para pessoas com deficiência

Associação Cabo-verdiana de Deficientes (ACD) realiza hoje no bairro de Achada de São Filipe, na Praia, uma feira de saúde, destinada sobretudo a pessoas com deficiência, e inclui também a vacinação contra a covid-19.

A actividade está enquadrada nas celebrações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, e visa, de acordo com o presidente da Associação, António Pedro Melo, proporcionar às pessoas com deficiência uma oportunidade de saberem o seu estado de saúde e que passos devem dar para ter uma vida saudável.

“Esta é mais uma acção que a associação realiza, porque as pessoas com deficiência muitas vezes evitam ir aos centros de saúde e hospitais porque muitas vezes reclamam que são maltratadas. Por isso, fizemos essa feira de saúde virada para as pessoas com deficiência”, disse.

Para além de medir o índice glicémico, a tensão arterial e o nível de colesterol, a feira oferece também serviços ginecológicos com aconselhamentos a nível do VIH e realização de testes que estão a ser realizados pela VerdeFam.

“Fazemos aqui a triagem e quando houver alguma situação que exige intervenção a outro nível encaminhamos as pessoas para os centros de saúde ou para o hospital, no sentido de se evitar complicações maiores”, explicou, indicando que apesar da ACD ter um centro ortoprotésico não quer que as pessoas sejam amputadas.

Outra valência desta feira é a vacinação contra a covid-19, uma forma de também a ACD dar o seu contributo nesta “ingente tarefa” de combate à covid-19.

“Nós estamos a realizar a nossa parte para complementar a acção do Governo”, sustentou.

A feira é voltada para as pessoas com deficiência, mas António Pedro Melo adiantou que a mesma está aberta à comunidade de São Filipe, sobretudo aos idosos, considerados deficientes naturais.

Como forma de garantir uma maior adesão, os membros da associação estão a fazer chamadas telefónicas de forma individualizada e têm transportes disponíveis para pessoas com deficiência de todas as localidades da cidade da Praia para o atendimento no bairro de Achada de São Filipe, nas instalações da Associação.

“O nosso interesse é que as pessoas se inteirem do seu estado de saúde e saibam qual o passo que têm que dar para ter uma vida mais saudável”, salientou.

A feira era para ter lugar no dia 03 de Dezembro, na Praça Alexandre Albuquerque, mas foi adiada e deslocada, segundo António Pedro Melo, porque não houve autorização da parte da Câmara Municipal da Praia a quem volta a acusar de “falta de colaboração” para com a Associação.

O presidente da ACD adiantou que desde o mês de Novembro a Associação tem realizado actividades com formações e atendimento em diversos concelhos da ilha de Santiago nomeadamente São Domingos, São Lourenço dos Órgãos, Santa Catarina e São Salvador do Mundo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest