Rampa do porto de Vale dos Cavaleiros limitada devido a danos provocados por acidente

A rampa roll-on/roll-off do porto comercial de Vale dos Cavaleiros está a funcionar com algumas limitações, na sequência de danos provocados pelo acidente ocorrido no passado domingo com o navio de dragagem de areia.

O acidente aconteceu no final da tarde de domingo, 24, quando o navio fazia manobras para atracação.
Administração do porto de Vale dos Cavaleiros contactada pela Inforpress limitou-se a confirmar a ocorrência, indicando que outras informações seriam prestadas pela direção da empresa em São Vicente.

O gabinete de comunicação avançou hoje à Inforpress que aguarda as informações técnicas sobre a circunstância da ocorrência do acidente que provocou alguns danos na rampa, sublinhando que os trabalhos para a sua reparação estão em curso.

A mesma fonte indicou ainda que o porto está a operar e que neste momento apenas o transporte e movimentação das viaturas que transportam mercadorias no percurso São Filipe/Praia/São Filipe está suspenso até à conclusão dos trabalhos.

O volume dos danos e a previsão para a conclusão dos trabalhos da conclusão da reparação da rampa não foram avançadas pelo gabinete de comunicação da Enapor, contactado telefonicamente pela Inforpress.

Devido este acidente, que impossibilita o transporte das viaturas que normalmente levam mercadorias, sobretudo agrícolas, da ilha do Fogo para a Cidade da Praia, hoje junto do mercado municipal alguns produtos estavam a ser comercializados por um preço muito inferior do que nos dias em que as viaturas são transportadas para a Cidade da Praia.

O porto de Vale dos Cavaleiros nos últimos tempos tem registado alguns acidentes com os barcos, sendo os mais recentes ocorridos a 13 de Novembro de 2020 com encalhe do navio de carga geral “Deimos”.

A 23 de Novembro de 2021 ocorreu um outro acidente com o fast ferry Kriola durante a manobra de saída do porto de Vale de Cavaleiros e que resultou na suspensão temporária do certificado de navegabilidade e a sua docagem para reparação na altura, e agora com danificação da rampa pelo navio de dragagem de areia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest