Santiago: Praça dos Paços do Concelho de Santa Cruz reabre após obras de requalificação de quase 51 mil euros

A Praça dos Paços do Concelho de Santa Cruz (ilha de Santiago), vai reabrir ao público hoje, como espaço intergeracional, com múltiplas valências e para todas as faixas etárias, após uma requalificação de cerca de 52 mil euros.

De acordo com o núcleo local de seguimento do projecto “Valorizando o Nosso Espaço Público”, este espaço permitiu criar um local equipado onde as crianças possam brincar em segurança e desenvolver não apenas as suas capacidades físicas, mas, principalmente, as suas competências emocionais e sociais.

A praça municipal, segundo a mesma fonte, vai ainda oferecer aos idosos um espaço com mesas de jogos tradicionais, para os seus momentos de lazer e entretenimento e aos jovens um local com acesso à internet para o seu estudo e lazer.

Ou seja, o município de Santa Cruz, um dos vencedores do concurso, realizado no quadro do Projecto CSO-LA/2018/403-707 – “Valorizando o Nosso Espaço Público”, implementado pela Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), com o financiamento da União Europeia(EU), apostou na criação de um espaço intergeracional, na praça dos Paços do Concelho, “em prol de uma infância, juventude e velhice feliz e mais saudável” .

Segundo uma nota da autarquia, o município liderado por Carlos Silva ficou em segundo lugar nesse concurso, tendo sido ultrapassado somente pelo município da Praia.

O projecto “Valorizando o Nosso Espaço Público” consistia na selecção de cinco/oito projectos municipais, e que todos os 22 municípios foram chamados a participar no concurso, de forma “competitiva e em pé de igualdade”.

Além do chefe do executivo municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, o acto de inauguração contará com presenças da embaixadora da União Europeia (UE) em Cabo Verde, Carla Grijó, e do Presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes.

Em Santiago Norte, além de Santa Cruz, os municípios do Tarrafal e São Miguel venceram o referido concurso, tendo estes apostado, respectivamente, na criação de um espaço de lazer e recreio no bairro de Manguinho, orçado em 72 mil euros, e na casa do condutor e requalificação do terminal rodoviário, num investimento de seis milhões de escudos.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest