São Nicolau: ACLCC realiza rastreios de cancro de útero, mama e próstata e uma marcha “Novembro Azul”

A ilha de São Nicolau recebe as atividades centrais do “Novembro Azul”, mês de prevenção contra o cancro da próstata, promovidas pela Associação Cabo-verdiana de Luta Contra Cancro (ACLCC).

À Inforpress, a presidente da Associação Cabo-verdiana de Luta Contra o Cancro, Cornélia Pereira, avançou que o objetivo é realizar o rastreio do cancro de útero, mama e próstata e uma marcha “Novembro Azul”.

“Nos dois dias de trabalhos já atendemos acima dos 100 homens a previsão também era atender 200 mulheres e já estamos acima deste número pelo que podemos dizer que a mensagem está a passar”, afirmou.

Segundo a mesma, a “expectativa é boa” e a “adesão está a ser muito boa”, pelo que acredita que considera que os números vão ficar acima da meta traçada, o que dá “muita satisfação à organização”.

A missão é composta por uma equipa de médicos urologistas e ginecologistas (mama e colo do útero) que têm realizado rastreios nos centros de saúde locais como de forma descentralizada nas localidades.

Benvindo Lopes, médico urologista, diz ter constatado que 85% dos homens, entre os 50 e 69 anos, que participaram do rastreio “era o primeiro contacto que tem com um urologista”.

“Já identificamos alguns casos de cancro da próstata e alguns casos suspeitos e é provável que venhamos a detetar outros casos”, sublinhou, que todos serão encaminhados para os serviços de saúde, onde passarão a ter acompanhamento médico.

Nesta quinta-feira, 17, será realizada uma marcha “Novembro Azul” pelas ruas da cidade do Tarrafal com o intuito de “despertar” a mentalidade das pessoas, como forma de chamá-las atenção para o rastreio do cancro da próstata e “desmistificar” alguns mitos em relação ao exame.

Durante a estadia na ilha de São Nicolau, Cornélia Pereira, vai ainda empossar os elementos da Associação da Luta Contra o Cancro da Ilha de São Nicolau.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest