São Nicolau: Rede local de combate ao abuso e exploração sexual quer alargar atividades a todos os pontos da ilha

A nova equipa diretiva da Rede Local de combate e prevenção contra abuso e exploração sexual da criança e do adolescente na ilha de São Nicolau quer alargar as suas atividades a todos os pontos da ilha.

Esta intenção foi expressa à Inforpress, pela coordenadora da rede, Elenice Spencer, à margem da tomada de posse dos novos elementos que compõem a diretoria da organização.

“A nossa prioridade para este novo ciclo é chegar onde ainda não conseguimos chegar, com prioridade para as localidades do município do Tarrafal, principalmente as mais distantes como Ribeira Prata e Fragata”, realçou.

Isso porque, segundo avançou, a organização tem concentrada a maioria das suas atividades no município da Ribeira Brava devido à “falta de condições para se deslocar a outras localidades da ilha”.

Segundo a mesma, a rede pretende ainda reforçar a sua presença junto das escolas e jardins infantis, como forma de “estar mais perto das crianças e dos adolescentes” e transmitir uma mensagem da “autoproteção”.

“Queremos ir às escolas pelo menos uma vez por mês para reforçarmos a nossa mensagem, mas também realizar rodas de conversa descentralizadas nas localidades para estarmos mais perto das famílias e dos pais”, afirmou.

Elenice Spencer acredita que o trabalho que a rede de combate e prevenção contra abuso e exploração sexual da criança e do adolescente realiza tem surtido efeito, com reflexo sobretudo no “aumento do número de denúncias”.

Contudo, segundo a mesma fonte, ainda persistem algumas dificuldades principalmente de ordem financeira que tem “impossibilitado a rede de realizar mais ações”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest