São Vicente: CCAD quer resposta multifacetada e integrada para reactivar funcionamento de espaço de resposta 

A Comissão de Coordenação do Álcool e outras Drogas (CCAD) deseja uma “maior e melhor” articulação entre a instituição e os diversos parceiros envolvidos na temática para a reativação do Espaço de Resposta Integradas às Dependências (ERID).

Este é o mote de um encontro alargado de trabalho previsto para quarta-feira, 29, na Delegacia de Saúde de São Vicente, que propõe verificar as necessidades para o funcionamento do ERID e sensibilizar todos os parceiros da ilha a se envolverem no projecto, visando uma “melhor resposta” no tratamento das dependências.

Ou seja, segundo o delegado de Saúde de São Vicente, Elísio Silva, que rubricou a nota enviada à imprensa, a ideia é buscar uma “resposta multifacetada e integrada” de vários integrantes com responsabilidade na matéria já que, nos últimos anos, constatou-se a necessidade dessa “maior e melhor” articulação.

O ERID foi criado em 2014 pelo Governo, através do Ministério da Saúde, no quadro do projecto “Tratamento e reinserção social dos toxicodependentes”, em parceria com o Escritório das Nações Unidas para Combate à Droga e Crime (ONUDC, sigla em inglês).

O objectivo é colmatar as lacunas existentes neste sector rumo à melhoria da qualidade de cuidados e de acesso dos toxicodependentes às estruturas de saúde nas suas comunidades.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest