Taxistas da Cidade da Praia defendem aumento do valor mínimo das corridas para 150 escudos

O presidente da Associação dos Taxistas da Cidade da Praia disse hoje que esta classe profissional defende um aumento do valor mínimo das corridas, de 100 para 150 escudos, por forma a fazer frente ao aumento dos combustíveis.

“Estamos a pensar aumentar o preço sim. Já passou da hora.  Já tentamos suportar, até fizemos um acordo com a Direção Geral dos Transportes Rodoviários (DGTR) que, se conseguissem combater os clandestinos, manteríamos o mesmo preço a fim de ajudar os clientes porque sabemos que a situação de vida está complicada”, disse Adriano Monteiro à Inforpress.

Disse ainda este responsável associativo que os taxistas estão a reparar que continua “quase a mesma” a situação dos táxis, embora reconhecendo uma diminuição, “mas não o suficiente”.

Por isso, afirmou, a associação está a sugerir que se aproveite de dois aumentos da tarifa de táxi, aprovados em 2008 e 2011, mas que não foram colocados em prática, para atualizar em alta o valor das corridas.

“A nossa ideia é aumentar o preço mínimo para 150 escudos. O preço mínimo que se está a cobrar, neste momento, não está a acompanhar os gastos com o combustível”, frisou Adriano Monteiro, completando que o que poderá dificultar este aumento é a falta de taxímetros no mercado nacional.

“Tudo isso depende dos proprietários, porque são eles que devem comprar este equipamento. Se calhar não estão muito interessados. É a nós, os taxistas, que somos exigidos a fazer o mínimo por dia e ainda encher o depósito de combustível e nem sabem como fazemos para conseguir. Quem está sofrendo somos nós os condutores”, pontuou.

Os preços dos combustíveis voltaram a subir neste mês de Junho, numa altura em que, segundo a Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), o Governo decidiu pela suspensão temporária da aplicação do mecanismo de fixação de preços dos combustíveis.

Assim, de acordo com a nova tabela de preços, o gasóleo normal passou a ser vendido por 153,40 escudos/litro, a gasolina a 190,70 escudos, o petróleo a 134,80 escudos, o gasóleo para electricidade a 117,60 escudos, o gasóleo marinha a 115,70 escudos, o Fuel 380 a 104, escudos/Kg e o Fuel 180, a 109,10 escudos/Kg.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest