Tocha Olímpica Pela Paz percorre principais artérias da capital com paragem em pontos de referência

A tocha Olímpica Pela Paz percorreu hoje as principais artérias da cidade da Praia, com paragem em algumas instituições públicas e estrangeiras de referência, sendo que em cada ocasião os respectivos representantes deixaram uma mensagem de apelo à paz.

Esta iniciativa foi promovida pela Federação Cabo-verdiana de Atletismo e o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), no âmbito das comemorações do Dia Olímpico Internacional, que se celebra anualmente a 23 de Junho.

O percurso iniciou-se na sede do Comité Olímpico, em Achada Santo António, com passagem pelo edifício da Nações Unidas, Assembleia Nacional, Embaixada da União Europeia, Palácio do Governo, Câmara Municipal da Praia, Embaixada França e terminou na praça Alexandre Albuquerque no centro do platô.

Na passagem pela Assembleia Nacional, depois de receber a tocha olímpica da atleta Eliane Boal, o chefe da casa parlamentar, Austelino Correia, agradeceu este “testemunho” do COC e lembrou o papel do parlamento na promoção da paz.

“Somos o centro do poder aqui no país, a casa plural e da democracia e, por conseguinte, tudo o que fazemos é para promover a paz no país, mas também entre as nações e entre os povos”, notou Austelino Correia, augurando que a “luz desta tocha olímpica ilumine o mundo”.

“Que faça com que nós consigamos, através do diálogo, a resolução pacífica dos conflitos, levarmos a paz a todos, sobretudo agora que atravessamos o conflito na Ucrânia”, apelou.

O presidente da Assembleia Nacional exortou ao COC e a todos os atletas cabo-verdianos que continuem na senda da promoção da paz, porque, destacou, “os pressupostos e os motivos que estão por trás da tocha olímpica devem ser cultivados para a felicidades dos povos e das nações”.

Segundo o COC, o dia da fundação do Comité Olímpico Internacional (COI) está a ser assinalado em parceria com várias organizações a nível nacional que se associaram à organização das atividades, designadamente a Associação Cultural e Desportiva Maracanã, a Associação de Atletismo de Santiago Sul e a Federação Cabo-verdiana de Atletismo.

De acordo com o plano de atividades, de 21 a 25 estão previstas a realização de 19 festivais desportivos, nas ilhas de Santiago, São Vicente, Maio, Santo Antão e Fogo, abarcando modalidades como andebol, basquetebol, karaté, voleibol, xadrez, basebol, softball, futebol, atletismo, natação, remo, ginástica, canoagem, voleibol e desporto adaptado.

As atividades alusivas ao Dia Internacional Olímpico encerram-se no sábado, 25, no Largo Memorial Amílcar Cabral, com uma corrida direcionada para 200 crianças das diversas escolas da Praia, como forma de fazer passar o espírito do olimpismo aos mais jovens.

O Dia Olímpico é comemorado nos países cujos Comitês Olímpicos Nacionais são vinculados ao Comitê Olímpico Internacional (COI) .

A data marca o aniversário de fundação do COI, em 1894, e tem por objetivo promover o Olimpismo e o Movimento Olímpico em todo o mundo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest