Tóquio 2020: Jordin Andrade bate recorde da temporada mas não consegue passar à próxima fase

O atleta cabo-verdiano Jordin Andrade bateu hoje o recorde pessoal da temporada, mas , mesmo assim, o resultado não foi suficiente para chegar à próxima fase nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na categoria dos 400 metros barreiras.

Jordin Andrade, que esta madrugada fez a sua estreia, ficou no sétimo lugar com o tempo de 50 segundos e 64 centésimos.


De acordo com o regulamento da competição, os quatro primeiros de cada série passam para a próxima ronda.


O atleta, contemplado pelo Comité Olímpico Internacional (COI) com o “wild-card”, chegou aos Jogos Olímpicos com o recorde da temporada de 51 segundos e 17 centésimos, conseguidos no World Athletics Continental Tour, realizado em 2020, no Estados Unidos da América.


Ainda hoje, às 09:06, o nadador cabo-verdiano Troy Pina, da categoria 50 metros livres, faz, no Centro Aquático de Tóquio, a sua estreia nos Jogos Olímpicos.


Este sábado, 31, às 00:30, no Kokugikan Arena, será a vez do pugilista santa-cruzense David Pina, na categoria 48-52 quilogramas, se estreiar ante ao Zoiroc Shakhobidin, do Uzbequistão.


A ginasta Márcia Lopes vai ser a última atleta cabo-verdiana a competir, tendo a sua estreia marcada para o dia 06 de Agosto, às 00:20, no Ariake Gymnastics Center.


Jayla Pina (natação) e Sandrine Billiet (judo) já fizeram as suas estreias nos Jogos Olímpicos, mas não conseguiram passar à fase seguinte.
Cabo Verde conta com seis confirmados nos primeiros jogos da ‘Era Moderna’, sendo eles, a ginasta Márcia Lopes, o pugilista David de Pina, os nadadores Troy Pina e Jayla Pina, Jordan Andrade (atletismo) e Sandrine Billet (judo).


Esta é a maior delegação de Cabo Verde nos Jogos Olímpicos, denominado agora como “Team Cabo Verde”.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest