Volume de negócios no comércio a retalho em Macau cresce 68% no 1.º trimestre

O volume de negócios dos estabelecimentos do comércio a retalho em Macau cresceu 68% no primeiro trimestre do ano, em comparação com o período homólogo de 2020, altura em que a pandemia chegou ao território.

“Depois de eliminados os fatores que influenciam os preços, o índice do volume de vendas cresceu 76,4%, em termos homólogos”, indicaram hoje os Serviços de Estatística e Censos.


Nos primeiros três meses do ano, o volume de negócios dos estabelecimentos do comércio a retalho cifrou-se em 18,75 mil milhões de patacas (1,9 mil milhões de euros).


“De entre os principais tipos de comércio a retalho, os volumes de negócios de artigos de comunicação (+182,4%), de artigos de couro (+150,5%) e de relógios e joalharia (+123,4%) tiveram os acréscimos mais significativos”, lê-se na mesma nota.


Ainda assim, o volume de negócios de supermercados diminuiu 17,9%.


Em relação ao último trimestre de 2020, o volume de negócios dos estabelecimentos do comércio a retalho cresceu 3,1% nos primeiros três meses de 2021.


Lusa/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest