YALI 2023: Raúl Soulé quer contribuir para excelência na gestão desportiva em Cabo Verde

Antes da partida para os EUA, o Balai Cabo Verde publica os depoimentos dos sete bolseiros cabo-verdianos que foram selecionados para a Mandela Washington Fellowship, no âmbito do Programa para Jovens Líderes Africanos (YALI) 2023.

Darlene Barreto, Michel Cabral, Melania Semedo, Wagner Gomes, Kesia Lima, Raúl Duarte Soulé e Nestor Andrade são os sete cabo-verdianos que partem neste mês de junho para os EUA para participar em mais uma edição do programa YALI onde integram um grupo de 700 bolseiros africanos. Até então, Cabo Verde conta com 48 jovens saídos desta iniciativa.

Natural de São Vicente, Raúl Jorge Duarte Soulé tem 30 anos e é Secretário-Geral do Comité Olímpico de Cabo Verde. É formado em Engenharia Mecânica e mestre em Administração de Empresas (Gestão de Estratégia) e está a fazer outro em Gestão Desportiva. O mindelense foi selecionado para fazer uma formação em Liderança em Engajamento Cívico na Universidade de Maryland em Baltimore e está com grandes expectativas em relação a formação.

Qual foi a tua motivação para concorrer à bolsa?

A minha motivação para concorrer foi impulsionada pela minha busca constante pelo crescimento pessoal e profissional. Acredito que uma formação internacional de qualidade pode proporcionar oportunidades únicas de aprendizagem, networking e desenvolvimento de habilidades que serão fundamentais para a minha carreira. Além disso, como Secretário-Geral do Comité Olímpico Cabo-verdiano, estou comprometido em promover o desenvolvimento do desporto em Cabo Verde e contribuir para a excelência na gestão desportiva. Acredito que a formação me oferecerá conhecimentos e experiências valiosas nessa área, permitindo-me adquirir uma visão mais abrangente sobre as melhores práticas de gestão e liderança a nível internacional.

Quais as expectativas quanto à formação?

Tenho grandes expectativas em relação à formação, pois acredito que a universidade tem um excelente histórico académico e uma reputação reconhecida e, sem dúvida, que a formação em Liderança em Engajamento Cívico trará imenso conteúdo e mais-valias. Além disso, estou entusiasmado em aprender com os professores especializados da universidade, bem como interagir e colaborar com estudantes de diferentes origens culturais e experiências, o que enriquecerá a minha perspetiva e ampliará a minha rede de contatos profissionais.

Que mais-valias achas que podes obter desta experiência, nomeadamente na tua área de atuação em CV?

Acredito que essa experiência na Universidade de Baltimore trará várias mais-valias para minha área de atuação em Cabo Verde. Primeiramente, terei a oportunidade de adquirir habilidades de gestão e liderança estratégica que serão aplicáveis não apenas no contexto do desporto, mas também em outros setores empresariais. Isso me permitirá ser mais eficiente e eficaz nas minhas funções e nas atividades do Comité Olímpico Cabo-verdiano em promover o desenvolvimento do desporto em nosso país.

Além disso, a exposição a diferentes perspetivas e abordagens na gestão e liderança numa perspetiva mais global ou internacional me permitirá trazer novas ideias e práticas inovadoras para Cabo Verde. Essa experiência ampliará minha compreensão dos desafios e oportunidades enfrentados por outras nações, como operam e lidam com esses desafios, possibilitando-me adaptar e implementar estratégias bem-sucedidas no nosso contexto.

Por fim, acredito que essa experiência internacional também fortalecerá a minha rede de contatos profissionais, permitindo-me estabelecer parcerias e colaborações com instituições e especialistas de renome. Essa rede será valiosa para a troca de conhecimentos e para estabelecer oportunidades de cooperação que possam impulsionar ainda mais o desporto em Cabo Verde.

Em suma, a formação na Universidade de Maryland é uma oportunidade única para aprimorar os meus conhecimentos, expandir a minha rede de contatos e adquirir habilidades essenciais para contribuir com o desenvolvimento da gestão desportiva em Cabo Verde. Estou verdadeiramente motivado e comprometido em aproveitar essa oportunidade ao máximo e retribuir ao meu país com o conhecimento e as experiências adquiridas durante essa formação.

Reprodução Facebook
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest